Menu fechado

Tragédia em Petrópolis (RJ): já são 54 mortos em deslizamentos (veja vídeo)

A cidade de Petrópolis no Rio de Janeiro viveu momentos de puro terror com as fortes chuvas que atingiram toda a região e ocasionaram muitos deslizamentos nos morros que desaguaram nas ruas da cidade, arrastando carros, pessoas e destruindo prédios e casas.

Foram em apenas três horas uma quantidade de chuva maior do que a média esperada para todo o mês de fevereiro.

Oficialmente até agora 54 pessoas perderam as vidas. O Corpo de Bombeiros jutamente com voluntários procuram sobreviventes e corpos.

Muitas casas construídas nas encostas foram totalmente destruídas.

Segundo o governador Cláudio Castro, as sirenes de alerta funcionaram. “A tragédia não foi maior porque as sirenes funcionaram, mas foi uma tragédia de uma hora para outra, uma quantidade de chuva absurda e infelizmente não teve como salvar todas as pessoas.”

De acordo com Castro, as pessoas desabrigadas serão levadas para escolas municipais e estaduais, além de cadastradas em programa para receber aluguel social. As aulas foram suspensas, informou o governador em entrevista.

Bolsonaro, que está na Rússia em viagem oficial, afirmou ter feito ligações para “auxílio imediato às vítimas”. Em seu perfil no Twitter, o presidente também diz ter determinado para que ministros de seu governo deem o apoio necessário às vítimas das fortes chuvas.

Com informações UOL

CÁ PRA NÓS: Incidentes que se repetem e poderiam ser minimizados se prefeitos, governadores, Congresso Nacional e governo federal se unissem na prevenção e trabalhassem a curto, médio e longo prazo com planejamento consistente e foco nas áreas mais vulneráveis e recorrentes. Não é algo que se resolva em poucos anos, mas é preciso avançar rapidamente, juntamente com treinamento para todos os moradores, formando uma cultura de prevenção. Muitas vidas poderiam ter sido salvas!

Confira vídeo com a violência das águas:

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA ” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

1 Comentário

  1. Anônimo

    O que vcs fazem??? Nada x nada, só sabem reclamar, deveria falar de outros que passaram por governos e nunca fizeram nada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.