Menu fechado

Narrativas de Fachin e Barroso incendeiam militares

A caserna do governo de Jair Bolsonaro está em chamas com o falatório dos últimos dias protagonizado pelo presidente do TSE, ministro Luiz Fachin, e pelo ex-presidente do tribunal Luis Roberto Barroso.

Na avaliação dos militares, Barroso e Fachin tentam “construir uma narrativa contra Jair Bolsonaro” de que o presidente, apoiado por uma ala fardada das Forças Armadas, quer “desacreditar e tumultuar as eleições e, caso derrotado, promover um golpe para se manter no poder”.

“É uma medida desesperada e, na verdade, uma ‘cortina de fumaça’ para tirar o foco da população sobre as reais fragilidades técnicas apresentadas pelos sistema de urnas eletrônicas, já apontadas em 2018 e que foram potencializadas pelos questionamentos dos representantes das Forças Armadas na Comissão de Transparência das Eleições”, diz um militar ouvido pelo Radar.

“A verdade é que os ministros Barros, Fachin e Moraes se uniram, com apoio de políticos de esquerda e da maioria da imprensa, para atacar o presidente e inviabilizar a reeleição”, segue o militar.

As informações são do colunista Robson Bonin, Radar.

CÁ PRA NÓS: Alguns ministros do TSE se transformaram em ponto de intranquilidade e imparcialidade para as eleições que se avizinham, com críticas ácidas distorcem ao atacar permanente um pré-candidato em detrimento do curso natural da democracia. Ninguém pode se arvorar de ser o dono da verdade e formar com grupo “de checagem” ideologicamente comprometidos para cercear posições, e apenas de um lado. A democracia corre perigo!

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA ” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.