Menu fechado

Fachin diz que STF não tem atribuição de questionar decisões do PGR

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, afirmou que a Corte não tem como atribuição questionar as decisões do Procurador-Geral da República, Augusto Aras. Em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, Fachin respondeu sobre a decisão de Aras pelo arquivamento da investigação contra o presidente Jair Bolsonaro pelo vazamento de um inquérito da Polícia Federal.

Segundo Fachin, o Supremo não é a corregedoria da Procuradoria-Geral. O ministro, entretanto, destacou que “gratidão” não é “contra-prestação” ao responder sobre uma suposta proteção de Aras em relação a Bolsonaro.

g1

CÁ PRA NÓS: Com certeza, para todos os indicados por um presidente, inclusive ministros do STF.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

1 Comentário

  1. José R.C.Wilson

    Me dar CAGANEIRA em ouvir estes caras que chamamos de “ministros” eles nem se tocam e diz certas coisas que é contra eles mesmo, este comentário a respeito do Aras ( PGR ) quer dizer Senhor Cara de pau, que foi apelidado de ministro pela DILMANTA quando diziam que está coisa era ou foi presidenta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.