Menu fechado

Jornalista preso por Alexandre de Moraes será candidato por São Paulo

O jornalista cearense Wellington Macedo, preso pelo ministro Moraes, foi indicado pelo diretório nacional do PTB, como pré-candidato a Deputado Federal por São Paulo.

A ficha de filiação do jornalista, ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), foi abonada pelo presidente nacional da sigla, Marcus Vinícius e pelo vice-presidente nacional, Otávio Fakhoury. A solenidade de adesão e indicação do nome do jornalista cearense, aconteceu na noite da última terça-feira 08, na sede nacional do PTB, em Brasília.

O jornalista foi preso no dia 3 de setembro de 2021, em Brasília, acusado pelo ministro Alexandre de Moraes, de promover atos antidemocráticos. Wellington Macedo idealizou e coordenou a Marcha da Família Cristã pela Liberdade nos dias 11 de abril e 15 de maio de 2021, em todo o Brasil. O movimento mobilizou a igreja católica e evangélicos em mais de 90 municípios, e conseguiu impedir o fechamento dos templos religiosos durante a pandemia, determinada pelo STF no dia 8 de abril de 2021.

A Marcha da Família, tratada como um ato antidemocrático, chegou a ser citada no mandado de prisão contra o jornalista. Macedo até hoje não foi indiciado nem condenado, mas ficou 41 dias preso num presídio de segurança máxima no Distrito Federal, e segue até hoje monitorado ilegalmente por uma tornozeleira eletrônica.

smp.news ” SOMENTE A VERDADE INTERESSA ” Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.