Menu fechado

Bolsonaro direciona novas críticas contra a Petrobras

O presidente Jair Bolsonaro fez duras críticas em dois momentos a Petrobras e no final do dia desse sábado, 12, em Luziânia, município de Goiás, próximo a Brasília, ao participar de um evento em uma igreja voltou a fazer críticas a Petrobras.

Bolsonaro falou que a Petrobras com esse novo aumento anunciado para o preço dos combustíveis demonstra total insensibilidade com os brasileiros, inclusive a questão do reajuste poderia ter sido adiado um pouco mais. Segundo o presidente com a sanção da lei que trata da questão do ICMS, bem como, zerar os impostos federais, PIS e COFINS até o final do ano, se a Petrobras tivesse anunciado esse reajuste depois de sancionado a lei, por exemplo, para o preço do diesel não seria de noventa centavos, e sim de trinta centavos.

Bolsonaro indicou que vai através do Ministério de Minas e Energia tentar contato com a estatal para buscar baixar esses sessenta centavos que o governo federal já está abrindo mão até o final do ano e tentar garantir um preço mais barato para a população, principalmente os consumidores de diesel.

Por enquanto a Petrobras não anunciou nenhuma possibilidade de baixar esse novo reajuste. Manifestou-se que precisou fazer porque era internamente necessária, era preciso para bancar todo a estrutura da empresa.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.