Menu fechado

Factóide da Esquerda relativo a “carnes nobres” é desmascarado no TCU

A representação do Senador Randolfe Rodrigues que acusava o presidente Jair Bolsonaro de ter utilizado recursos para aquisição de “carnes nobres” a serem utilizadas em churrasco na residência oficial protocolada no Tribunal de Contas da União (TCU), foi rejeitada.

Naquele momento, a velha mídia fez um Carnaval, prato cheio para a esquerda raivosa e louca pelo poder que bradou nas redes sociais apontando que as carnes haviam sido compradas por R$ 1.800,00 o quilo.

Por decisão unânime do Tribunal, após diligências, concluiu que “as carnes servidas na ocasião foram doadas, não tendo havido, pois, custos para o erário”.

Além disso, a documentação apresentada pelo senador sequer foi conhecida como representação, pois não atendeu aos requisitos mínimos de admissibilidade, sendo arquivada sumariamente.

CÁ PRA NÓS: O velho truque de apontar nos outros aquilo que fazem! A velha mídia não vai divulgar o resultado da denúncia, vamos restabelecer a verdade divulgando.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

2 Comentários

  1. Gualberto Silveira

    Diz o velho ditado: “quem disso cuida, disso usa ” . Esse senadorzinho de m….é realmente palhaço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.