O presidente da câmara, Arthur Lira, declarou que o projeto da conta de estabilização de preços dos combustíveis está fora do radar, pois o texto foi gestado agora e que precisa ser analisado, não existindo nenhuma necessidade de aprovação porque ele não vai resolver. É uma conta de compensação em resumo segundo o líder, que precisa ser melhor estudada. A fala também foi no tom do presidente da república Jair Bolsonaro, cobrando da Petrobras que revise os preços depois desse aumento na última quinta-feira, diante da queda do preço do barril do petróleo no mercado internacional, que é um dos principais fatores que justifica o aumento, segundo a própria Estatal, assim como a questão da cotação do dólar.

Já o presidente do senado Rodrigo Pacheco apontou que quebra a expectativa, mas não quebra acordo. Não havia nada amarrado entre os presidentes das casas para que esse projeto avançasse junto com algum outro da questão combustíveis. Pacheco entende que foi um projeto muito importante aprovado pelos senadores e falou no sentido de que possa ser mais bem analisado, melhor compreendido pelos parlamentares.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here