Menu fechado

Brasil continua firme na produção de novos postos de trabalhos, em fevereiro foram 328.507

O Brasil segue rumo à retomada e crescimento. Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) registram saldo positivo de 328.507 postos de trabalho formais em fevereiro de 2022. O número é resultado de 2.013.143 admissões e 1.684.636 desligamentos.

Ao todo, são 2.582.497 novos empregos nos últimos 12 meses (março de 2021 a fevereiro de 2022), com quase 100% de aproveitamento. O único resultado negativo foi em dezembro, mês que historicamente contabiliza mais demissões do que admissões, com o desligamento de temporários.

Em fevereiro, 25 das 27 unidades federativas (UFs) apresentaram saldo positivo, com destaque para São Paulo, com 98.262 postos (+0,77%); Minas Gerais: 36.677 postos (+0,85%); e Paraná: 28.506 postos (+1,01%).

Pela primeira vez no ano, todos os cinco grandes grupamentos de atividades econômicas também registraram saldos positivos. Serviços (215.421), indústria (43.000) e construção (39.453) se destacaram.

E os números positivos continuam! De julho de 2020 a fevereiro de 2022, período de retomada do emprego formal, foi registrado saldo positivo de 4.441.192 postos de trabalho, resultado de 33.318.710 admissões e 28.877.518 desligamentos.

Ministério da Economia Previdência e Trabalho

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

1 Comentário

  1. Antonio Carneiro

    Até quando o Xandão vai continuar rasgando a carta Magna
    .A casa do povo(kkkkk) tem um Presidente Bundão, e comprometido com seus processos no STF. Ele não quer pautar os impechamet já pedidos por receio aos interesses particulares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.