Menu fechado

Pacheco descarta vozes de juristas e parlamentares e diz que acusações contra ministros do STF é “cortina de fumaça”

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, após pressões de juristas, parlamentares e da própria sociedade para se colocar na pauta impeachment de ministros do STF, finalmente saiu da inércia ao falar de questões que envolvem decisões tidas por inconstitucionais, mormente de Alexandre de Moraes, ao dizer que tudo “não passa de cortina de fumaça”.

“Eu tenho buscado dizer sempre que precisamos de pacificação, de ordem, de organização de ideias, de estabelecimento de prioridades, porque esses acirramentos, por vezes criados artificialmente, para desviar o foco ou cortina de fumaça ou criar discurso eleitoral não calharão no Senado Federal. Porque temos compromissos com os problemas verdadeiros e reais do Brasil, e é nisso que vamos trabalhar”, declarou Pacheco.

Existem 67 pedidos de destituição de ministros da Corte Suprema no Senado, 31 são contra Alexandre de Moraes.

Redação smp.news

CÁ PRA NÓS: Pacheco agora precisa explicar qual seria a “cortina de fumaça” de um jurista da estirpe de Ives Gandra e muitos outros que argumentam inconstitucionalidades absurdas em várias decisões de ministros do STF. Jô Soares em um dos seus quadros que ficaram na história do humorismo brasileiro, já dizia: “cala boca Batista”.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA”- Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.