Menu fechado

Ministros do STF perdem compostura, adotam discurso da Oposição e citam “inimigo” e “negacionista” (ouça áudios)

Ministros do Supremo Tribunal Federal, deputados, jornalistas e professores participaram da BRASIL Conference, um evento realizado por brasileiros na Universidade de Harvard para debater o cenário político e social do país e voltaram a criticar o presidente Jair Bolsonaro. Logo no início a deputada federal Tabata Amaral defendeu a perseguição às redes sociais e perguntou ao ministro Luís Roberto Barroso e a outros presentes como eles derrotariam Bolsonaro este ano dizendo que tanto ela quanto a jornalista da Globo Natuza Nery temem o futuro.

Deputada Tabata Amaral

O ministro Barroso aponta que é precisa mudar a percepção que “nós perdemos” e não supervalorizar o INIMIGO.

Barroso fala 1
Barroso fala 2

Mais direto em suas críticas ao governo federal Lewandowski alegou que a pandemia de covid-19 só não foi pior graças a atuação do STF. O ministro foi claro ao dizer que o governo federal não quis adotar a vacinação obrigatória e os magistrados precisaram intervir determinando o contrário. Lewandowski ainda adotou mote da oposição chamando Bolsonaro de negacionista e o acusou pelos casos e números de mortes.

Lewandowski fala 1

Lembra que em abril de 2020 o STF deu aos estados e municípios autonomia para determinar as estratégias de enfrentamento da covid.

Lewandowski fala 2

A chamada Terceira Via foi convidada para uma sabatina. Simone Tebet João Doria, Eduardo Leite e Sergio Moro participaram do evento de forma presencial ou remota. Ciro Gomes também participou. Bolsonaro foi o único pré-candidato que não foi convidado pelos organizadores alegando que ele representa um risco à democracia.

Programa Pingos nos Is, Jovem Pan News, informações

CÁ PRA NÓS: Os ministros perderam qualquer condição de julgar atos do governo federal e ações contra o presidente Bolsonaro. É lamentável, desceram ao fundo do poço na questão imparcialidade e na postura de um magistrado.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

10 Comentários

  1. Anônimo

    Temos que fazer mudanças no STF botar pessoas não indicadas por políticos e sim profissionais e carreira e que possa cumprir a constituição e não distorcer do jeito que querem e viva a democracia

  2. Anonimo

    O visionário Joaquim Barbosa já dizia em 2012, em que o STF, iria se transformar, pois foi questão de tempo após as indicações da da presidenta e o Temer, o PSTF, se completou e vergonhosamente e ostensivamente passou a fazer militância contra o governo de Jair bolsonaro afim de eleger o maior ladrão da história da política nacional.

    • Dari Dietz

      Concursado, eleito ou indicado, se vendem de qualquer jeito, depende do caráter. O que precisa é um tribunal para julgá-los. Saiu fora da Constituição? Por quê? Desviu de conduta ou erro de interpretação? Elerta, pune, afasta, exclui se direitos.

  3. Anônimo

    Será não divulgarmos esse tipo de evento, ficará somente entre os esquerdopatas. Acho que deve-se parar de propagar os nomes desses elementos!!!’

  4. Mariana

    Precisamos wue sejam eleitos os ministros do STF OU troca-los urgentemente colocando ninistros responsáveis que façam valer seus juramentos a constituição. O juramento não vale nanada?se vale para médicos, dentistas,enfermeiros policiaisserem afastados de seus cargos tem que fazer valer tbem para outro povo não aguenta mais

  5. António Carlos Lopes Saraiva

    O desespero deles chegou a este ponto extremo.
    Saíram do armário e atacam o nosso Presidente abertamente, apesar de serem ministros do STF que, conforme a nossa constituição, deveriam ser politicamente neutros.
    Pode fazer o que quiserem, Bolsonaro vencerá no primeiro turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.