Menu fechado

Um crime brutal rapidamente taxado de “atentado” por um ministro do STF

O jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo, foi covardemente esfaqueado na última quinta-feira, 14, em Brasília, por dois homens, que resultou sérios ferimentos na vitima e várias cirurgias.

Imediatamente o ministro Gilmar Mendes veio a pública através de sua rede social (sim, ministros possuem rede social, vivemos em uma democracia) e taxou o delito como “atentado”, o que causou repercussão na velha mídia tradicional.

Rapidamente a Polícia Civil do Distrito Federal desenvolveu diligências que culminaram nas prisões de dois jovens, um menor. Em seus depoimentos, os delinquentes, trouxeram a tona a motivação: roubo para conseguir dinheiro, provavelmente movidos a drogas.

“O fato trata-se de uma tentativa de latrocínio, isso restou notório para nós, é importante colocar aqui. Houve a subtração da carteira, havia valores em reais, muito provavelmente 250 reais, que teriam sido subtraídos pelos autores, descartando-se, com isso, as outras linhas de investigação”, afirmou a jornalistas o delegado Petter Ranquetat, da 3ª Delegacia de Polícia, localizada no Cruzeiro, região administrativa do Distrito Federal.

Redação smp.news

CÁ PRA NÓS: Nos solidarizamos com o jovem repórter e desejamos rápida recuperação. Ao ministro um pouco de paciência e prudência antes de indicar um crime como “atentado”, que muitos deduziram como ato político.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.