Menu fechado

EUA restringem uso da vacina Janssen por risco de coágulos sanguíneos raros

A Food and Drug Administration (FDA) disse que a vacina só pode ser aplicada em adultos que não podem receber doses de outro fabricante ou solicitem especificamente a vacina da Johnson & Johnson

Órgãos reguladores dos EUA limitaram o uso da vacina contra a covid-19 Janssen, da Johnson & Johnson, devido ao risco contínuo de coágulos sanguíneos raros, mas graves.

A Food and Drug Administration (FDA) disse que a vacina só pode ser aplicada em adultos que não podem receber doses de outro fabricante ou solicitem especificamente a vacina da J&J, informou a emissora pública americana PBS. As autoridades dos EUA há meses recomendam que os americanos que iniciam suas vacinas contra o covid-19 usem as vacinas da Pfizer ou da Moderna.

Funcionários da FDA disseram em comunicado que decidiram restringir o uso da Janssen depois de analisar novamente os dados sobre o risco de formação de coágulos que podem levar a efeitos graves até duas semanas após a vacinação, segundo a agência Associated Press.

A vacina da J&J foi inicialmente considerada uma ferramenta importante no combate à pandemia porque exigia apenas uma dose. Mas a opção de dose única se mostrou menos eficaz do que duas doses das vacinas Pfizer e Moderna.

Em dezembro, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDCs) recomendaram priorizar as vacinas da Moderna e Pfizer sobre as da J&J em razão das dúvidas sobre sua segurança. Anteriormente, as autoridades dos EUA haviam tratado todas as três vacinas de maneira semelhante, porque cada uma delas demonstrou oferecer forte proteção.

Mas os estudos de acompanhamento mostraram, consistentemente, menor eficácia da vacina da J&J. E, embora os coágulos verificados após o uso da Janssen sejam raros, as autoridades disseram que ainda estão ocorrendo.

Cientistas identificaram 60 casos de coágulo, incluindo nove fatais, em meados de março. Isso equivale a um caso de coágulo sanguíneo para cada 3,23 milhões de doses administradas, disse a FDA. A vacina trará um aviso mais enfático sobre potenciais “consequências debilitantes e de longo prazo para a saúde” do efeito colateral.

De acordo com as novas instruções da FDA, a vacina Janssen ainda pode ser aplicada em pessoas que tiveram reação alérgica grave às outras vacinas.

Apesar da restrição, o chefe de vacinas da FDA, Dr. Peter Marks, disse que a vacina da J&J “ainda tem um papel na atual resposta à pandemia nos Estados Unidos e em toda a comunidade global”.

A covid-19 também causa coágulos sanguíneos mortais. Mas o tipo ligado à vacina é diferente e acredita-se que ele se forma devido a uma reação imune rara.

Os sintomas dos coágulos incomuns incluem fortes dores de cabeça uma ou duas semanas após a vacinação J&J — não imediatamente — bem como dor abdominal e náuseas.

A empresa com sede em New Brunswick, Nova Jersey, anunciou, no mês passado, que não esperava lucro com a vacina este ano e estava suspendendo as projeções de vendas.

A Pfizer e a Moderna forneceram a grande maioria das vacinas contra a covid-19 nos EUA. Mais de 200 milhões de americanos foram totalmente vacinados com esses dois tipos de imunizantes, enquanto menos de 17 milhões de americanos receberam a vacina da J&J.

Valor Econômico

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.