Menu fechado

Foi liberado para crianças e adolescentes o benefício de R$1.212; Saiba como receber

Benefício de Prestação Continuada (BPC) garante um salário mínimo por mês para idosos com mais de 65 anos ou pessoas com deficiência. Ao contrário do que muitos pensam, o BPC não é uma aposentadoria. Outro detalhe é que o benefício vale também para crianças e adolescentes.

O BPC é pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). No caso de crianças e adolescentes, a condição para ter direito ao benefício é ter algum tipo de deficiência que impossibilite a participação efetiva na sociedade. Ou seja, com as mesmas condições dos demais cidadãos.

BPC para crianças e adolescentes

De acordo com as regras do benefício, não é preciso ter contribuído com o INSS para ter direito ao BPC. É justamente por esse critério que o auxílio vale também para crianças e adolescentes.

O BPC tem pontos particulares, como o não pagamento de 13º salário. O benefício também não conta com pensão por morte. Ou seja, só vale para a pessoa atendida pela assistência do INSS. Assim, para garantir o acesso ao recurso, o INSS exige que a renda por pessoa da casa seja igual ou menor que 1/4 do salário mínimo.

No caso das crianças e adolescentes com direito ao BPC, é necessário passar por uma avaliação médica do INSS que comprove a deficiência. Outra exigência é que a família interessada no benefício esteja inscrita no Cadastro Único (CadÚnico).

A solicitação do BPC pode ser feita pelo site do INSS, assim como no aplicativo ou também na central de atendimento pelo telefone 135.

Com a confirmação do benefício, a criança ou adolescente que receberá o BPC terá a garantia de um salário mínimo por mês, ou seja, R$ 1.212. Os beneficiários do BPC também recebem descontos nas tarifas de energia elétrica por meio do programa Tarifa Social de Energia.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.