Menu fechado

“Não vai dar em nada”, diz juiz federal alvo da PF por suspeita de corrupção

O juiz federal Augustino Lima Chaves, assessor da presidência do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que foi um dos alvos da Operação deflagrada, nesta sexta-feira, 20, pela Polícia Federal, por suspeita de receber propina para favorecer mineradoras disse ao colunista Frederico Vasconcelos, da Folha de São Paulo, que está “absolutamente tranquilo” e que “Não vai dar em nada.”

A operação, que envolve, além de dois juízes, um deles aposentado, advogados, servidores públicos e empresários da área de mineração, teve mandados cumpridos em Fortaleza, São Paulo, Recife, Dourado e Brasília.

blog da Noelia Brito

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

7 Comentários

  1. SHEYLA DE AZEVEDO MACHADO.

    Bolsonaro vai vencer ,nosso país precisa dele não podemos mais ser roubados.Näo consi entender como pessoas querem que o ladrão volte.Será que ninguém lembra o que ele fez?

  2. alfredo Santa Rita

    A PF pode até não comprovar a origem ilícita. Entretanto o tal Juíz, q dizem ser uma pessoa séria terá q provar a licitude do dinheiro encontrado. Por outro lado, uma pessoa “SÉRIA” não guarda, em espécie, 1 milhão de reais em casa. O Brasil cansou de mal caráter. 🤔

  3. João Firmino Neto

    Não conheço. Mas não vejo justificativa para alguém, quem que seja, manter um milhão de dinheiro em casa. Qual a origem?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.