Menu fechado

Responsável por clínica de aborto que realizou mais de 40 mil procedimentos em Fortaleza segue impune 12 anos depois de operação do MP, diz Deputado Cavalcante

A clínica Dionísio Lapa que realizava abortos e funcionava em um prédio na Rua General Silva Júnior, no bairro de Fátima em Fortaleza e era de responsabilidade do médico Dionísio Lapa Brochado Filho, ex-prefeito de Maracanaú, foi alvo da operação Exterminador do Futuro em 20 de abril de 2010 por equipes do Ministério Público e da Polícia Civil. A época uma grande investigação foi desenvolvida por promotores de justiça do Grupo de Combate ao Crime Organizado, e o médico e funcionários foram presos preventivamente.

O promotor de Justiça Marcos William de Oliveira, que coordenou os trabalhos, apontou naquele momento que fichas de pacientes foram encontradas que remontavam ao ano de 1995.

Em vídeo gravado e divulgado em suas redes sociais, o deputado bolsonarista Delegado Cavalcante relembrou o caso e em texto anexo aponta que até hoje a impunidade é a tônica.

Depois de 12 anos desse genocídio, o médico, ex-prefeito de Maracanaú, abortista, que era dono da clínica, não foi punido. Foi preso em flagrante na época. A justiça tarda, mas falha“, diz o texto.

Confira o vídeo:

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.