A Bolívia realmente mostra seu alinhamento com a esquerda na América Latina. Na surdina, sem nenhum aviso prévio empresa boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) cortou 30% do gás natural, que equivale a cerca de cinco milhões de metros cúbicos por dia, comprado pela Petrobras, e passou a vender o produto para a Argentina com melhor preço em relação ao pago pela Petrobras.

O fato contribuiu para a queda do presidente da estatal Brasileira José Mauro Coelho Neto, que estava há pouco mais de um mês no cargo.

Imediatamente o presidente Jair Bolsonaro reagiu e em rede social foi claro, para os bons entendedores: “A Bolívia cortou 30% do nosso gás para entregar para a Argentina. Como agiu a Petrobras nessa questão também? O gás, se tiver que comprar de outro local, é 5 vezes mais caro. Quem vai pagar a conta? E quem vai ser o responsável? É um negócio que parece orquestrado para exatamente favorecer vocês sabem quem”, disse a apoiadores, sem citar nomes.

Redação smp.news

Veja o vídeo:

CÁ PRA NÓS: Com certeza você brasileiro entendeu.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

1 COMMENT

  1. Para turma da lacração quanto pior melhor.Bolsonaro Reeleito Novamente ✨✨✨🇧🇷🇧🇷

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here