Menu fechado

Exclusivo: Acusado de feminicídio responde novo inquérito por agressão contra advogada

O advogado Aldemir Pessoa Júnior denunciado pelo feminicídio da empresária Jamile Correia, ocorrido em agosto de 2019, já responde a novo procedimento por agressão contra uma advogada e um segundo pode ser aberto a qualquer momento, por ameaçar uma outra.

Segundo fonte, Aldemir espancou sua ex-namorada e se não fosse a intervenção de um cidadão as lesões sofridas pela vítima poderiam ter sido muito piores.

No inquérito o homem que interveio foi ouvido e teria confirmado o historiado.

A empresária Jamile morreu em 31 de agosto de 2019 após sofrer um tiro e ser levada ao Instituto Dr. José Frota (IJF). Ela faleceu um dia após dar entrada no hospital por complicações do ferimento por arma de fogo. O caso era tratado como suicídio até a Polícia Civil deflagrar a investigação e levantar a tese de homicídio. A defesa argumenta que houve suicídio.

Em agosto de 2020, a Procuradoria-Geral de Justiça decidiu que o advogado deveria ser acusado pelo crime de feminicídio, lesão corporal, fraude processual e porte ilegal de arma de fogo. Até aquele momento, havia entendimentos distintos entre membros do MPCE e, por isso, o caso subiu e a palavra final ficou a cargo do procurador-geral.

Neste novo caso a Polícia Civil segue com celeridade as investigações devido a gravidade e o processo anterior, e outras medidas podem ocorrer a qualquer momento. O blog para preservar vítimas e testemunha opta por não divulgar nomes.

O espaço está aberto para manifestação.

Redação smp.news

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Canal de Ouvidoria: 85 99761.0860 zap

Achou importante? seja nosso parceiro, Considere fazer uma doação, com qualquer valor, para manutenção e aprimoramento do blog e do programa SEM MEIAS MEIAS na rádio cidade 860 am seg-sex 11hs às 12hs. Independência é a arma de uma imprensa fiscalizadora, seu apoio é fundamental (PIX PARA DOAÇÃO: 85 99926.59.58)

2 Comentários

  1. Pingback:Advogado denunciado por feminicídio e agressão contra advogada é suspenso pela OAB Ce. Justiça mantém em liberdade | SMP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.