Menu fechado

A Argentina está em frangalhos

A Argentina está mal; há muito tempo, na verdade, não está tão mal como agora. A dívida externa desabou para aqueles abismos onde se agitam os países falidos e sem meios para pagar o que devem. É, no momento, a pior do mundo, e precisa que o Fundo Monetário Internacional, os credores e órgãos financeiros internacionais entrem em ação — naturalmente, com todo aquele drama ruim que vem com esse tipo de intervenção. A inflação passou dos 60% ao ano — e quando as coisas chegam a esse nível, fica difícil consertar com medicação natural. Não há crescimento algum; a economia vive em recessão. Para todos os efeitos práticos, o país não tem mais uma moeda própria. Nem os argentinos querem o peso; a única moeda que faz sentido para eles é o dólar. A capacidade para saldar as dívidas internacionais está próxima ao zero. Vai tudo ladeira abaixo.

É nisso que deu, como não poderia deixar de ser, a política econômica esquerdosa do seu governo peronista.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

J.R.Guzzo – Revista Oeste

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.