Menu fechado

Governo Federal garante mais de R$ 11 bilhões em investimentos no setor ferroviário.

Está marcada a assinatura da prorrogação antecipada da MRS para 29/7, em Juiz de Fora/MG. Isso garante mais de R$ 11bilhões em investimentos no setor ferroviário. O Governo Federal faz uma verdadeira transformação no setor.

MRS:

A MRS Logística atua nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Possui uma malha com 1.686 km de extensão, em bitola larga (1,60 m) ou mista. A principal mercadoria transportada é o minério de ferro, com origem nas minas do entorno de Belo Horizonte e destino a diversos portos exportadores do Rio de Janeiro, percorrendo a Ferrovia do Aço (trecho Jeceaba-Saudade). Os vagões vazios retornam pela Linha do Centro, que liga o Rio de Janeiro a Belo Horizonte, num sistema de carrossel. Opera também a linha do Rio de Janeiro a São Paulo e a linha de Santos a Jundiaí, onde faz conexão com a Rumo Malha Paulista.

A MRS detém os acessos ao Porto de Santos pelas margens direita e esquerda. Tem como característica principal a operação por cremalheira na descida da Serra do Mar, com 800 m de desnível e rampas de 8 a 10%.  Os benefícios esperados a partir da prorrogação do contrato atual, por mais 30 anos, serão a obrigatoriedade de investimentos em segurança e o aumento de capacidade. A prorrogação vai antecipar investimentos que seriam feitos apenas a partir de 2027.

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

o espaço disponibilizado é para o debate saudável. Comentário é de inteira responsabilidade do autor

o espaço disponibilizado é para o debate saudável. Comentário é de inteira responsabilidade do autor

3 Comentários

  1. José Eckner Sales Góes

    Grande obra pelo visto, já temos a rumo com essa vai somar em benefício ferroviário para toda essa região. Grande presidente com olhar para o futuro.

  2. José Eckner Sales Góes

    Uma obra com visão para o futuro, haja vista, irá diminuir a demanda no transporte terrestre com custo menor para os cofres públicos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.