Menu fechado

Jogo Sujo: PL acionará TSE para investigar grupos antibolsonaristas que tentaram esvaziar convenção

O Partido Liberal (PL) informou que entrará com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para investigar e, eventualmente, punir invasores da plataforma Sympla, onde a sigla realiza a distribuição de ingressos para a convenção nacional que lançará oficialmente o presidente Jair Bolsonaro (PL) à chapa na tentativa de reeleição.

Mais cedo, o PL informou ter cancelado quase 40 mil das 50 mil inscrições realizadas para a convenção que ocorrerá no próximo domingo (24), no Rio de Janeiro. Na terça-feira (19), o site apresentou instabilidade e esgotou o número de ingressos após a equipe de informática da pré-campanha do presidente identificar elevado número de acessos e descobriu que a origem veio de grupos antibolsonaristas, cujo objetivo era esvaziar o encontro no Maracanãzinho.

“Foi feita uma triagem das inscrições falsas e os QR Code cancelados com o uso de ferramentas próprias, por meio de inteligência artificial”, apontou.

A sigla destacou, ainda, que mais de 10 mil inscrições foram confirmadas e que será liberada a entrada de público sem ingresso até atingir a lotação máxima do estádio, de 13 mil pessoas.

Correio Braziliense

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

o espaço disponibilizado é para o debate saudável. Comentário é de inteira responsabilidade do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.