Menu fechado

A velha imprensa de um olho só (I)

Não tem jeito, além da oposição destrutiva o presidente Jair Bolsonaro deve continuar a enfrentar as narrativas furiosas, orquestradas e desonestas do ponto de vista Intelectual, da velha imprensa.

Para os conhecedores e observadores chega a ser hilário as posturas de alguns jornalistas. Quando o assunto é atacar o governo federal e defender Lula, tudo é possível. Meias verdades, teorias criadas sem nenhuma base fática, olhares de cumplicidade expostos e até….a verdade.

Dois casos chamam a atenção desse cenário que merece uma reflexão acerca da degeneração da informação. Primeiro o caso lamentável de um Bolsonarista que estava com sua família em um local quase vizinho onde um petista comemorava seu aniversário com o tema centrado em Lula. Pois bem, o primeiro com a mulher e um bebê no carro passou no local e com clara motivação de antagonismo político, passou a xingar, não o aniversariante, pois sequer o conhecia, mas a motivação da festa. O petista logicamente não gostou, saiu pegou um punhado de areia e jogou contra o motorista que estava com o vidro aberto, atingindo certamente além do próprio, sua mulher e bebê. O animus ganhou nova feição. A partir deste instante já não estavam presentes a figura do bolsonarismo e do petista que prevaleceu até então, mas, dois homens que se agrediram. O primeiro com ação verbal, o segundo física.

Conforme narrativas oficiais, Jorge Garanho, vamos passar a citar pelos nomes, o que causou a confusão inicial, após o incidente narrado acima, sai do local dizendo que retornaria, o que alertou Marcelo Arruda. Ambos portadores de armas. Garanhos é policial penal e Arruda era guarda municipal.

A promessa foi cumprida. Garanho volta com o animus alterado, com arma em punho, e a princípio a esposa de Arruda tenta impedi-lo mostrando até sua identificação de policial civil. Em seguida, de fora dispara algumas vezes (não se sabe o que viu, mas sua postura já ocasiona uma legítima defesa) para depois invadir o local e trocar tiros com Arruda. As narrativas começam na mídia. Alegações de alguns jornalistas dizem que Garanho teria dito que estava ali para ” matar a petralhada” e “aqui é Bolsonaro”, entretanto, não se viu ele atentar contra nenhuma outra pessoa ali presente, apesar de ter colocado em risco todas.

Nos parece que a intenção dessa mídia foi colocar o presidente na “cena do crime”, como houvesse este incentivado para sua consumação de uma forma ou de outra, e assim desgastá-lo perante a opinião pública. Garanho cometeu um homicídio qualificado por motivo fútil, banal – motivação política, que por motivo subsequente levou a trágico crime; e por colocar em risco a vida de outras pessoas. Concordamos com a denúncia do MP, mas acostamos a tese da Autoridade Policial, que findou vencida – dois momentos. Crime político tipificado não existe atualmente no nosso ordenamento jurídico. O importante para essa imprensa era buscar consolidar sua narrativa.

A premeditação tão colocada por essa mídia, entendemos não existir. No primeiro momento ninguém planeja matar alguém com mulher e bebê em um veículo. No segundo, alterado, Garanho avisou que retornaria. Havia ingerido bebida alcoólica, que foi componente para agravar seu estado emocional?. Ali no momento do retorno não havia mais bolsonarista nem petista, quebra-se o liame do motivo inicial. O final todos sabemos.

De outro lado, recentemente o ex-presidente Lula parabenizou seguidor que agrediu um homem empurrando-o contra um caminhão que passava, tendo este sofrido fratura craniana. A vítima dizia palavras de ordem contra Lula. Seria “crime político”? Essa mídia passou ao largo. Nem uma palavra de condenação pela postura de Lula.

Condenar a violência é dever de todos, em todos os casos.

A velha mídia tem somente um olho, a sociedade dois, bem abertos!

César Wagner Maia Martins – editor-chefe

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

o espaço disponibilizado é para o debate saudável. Comentário é de inteira responsabilidade do autor

5 Comentários

  1. Richardsnipt

    [url=https://bupropion.life/]price of wellbutrin in canada[/url] [url=https://tizanidine.email/]buy generic zanaflex[/url] [url=https://ordersynthroid.online/]synthroid 0.25 mg[/url] [url=https://lisinoprilxtab.com/]zestril 2.5 mg[/url] [url=https://bestcialisdrugprescription.monster/]cialis 20mg uk[/url]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *