Menu fechado

PGR: acusações da CPI da Covid foram políticas

Nesta segunda-feira, 25, nove solicitações de indiciamento pela Comissão Parlamentar de Inquérito ( CPI) da Covid, cinco envolvendo o presidente Jair Bolsonaro – supostos crimes de charlatanismo, prevaricação, infração da medida sanitária, emprego irregular da verba e ainda epidemia com evento morte – tiveram requeridos seus arquivamentos pela subprocurador-geral Lindora de Araújo ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A PGR também pediu o arquivamento de apurações contra os ministros Marcelo Queiroga, da Saúde, e Wagner Rosário, da CGU (Controladoria Geral da União), o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, os ex-ministros Eduardo Pazuello (Saúde) e Braga Netto (Casa Civil), os ex-secretários do Ministério da Saúde Hélio Angotti Netto e Élcio Franco e o deputado Osmar Terra (MDB-RS).

Lindora afirma que as acusações da CPI da covid foram políticas e elas não podem ser transportadas para área jurídica de forma automática.

redação smp.news com informações Poder 360 e Glonews

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente

o espaço disponibilizado é para o debate saudável. Comentário é de inteira responsabilidade do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.