Menu fechado

Clima esquenta com parecer da PGR e Randolfe diz que Mourão “mais uma vez desonra a farda que veste” (vídeos)

PGR quer arquivamento de investigações contra Bolsonaro no âmbito da CPI da Covid

Com a decisão da subprocurador-geral Lindora Araújo de pedir o arquivamento de sugestões de indiciamentos realizadas no âmbito da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid contra o presidente Jair Bolsonaro e outros ( https://www.smp.news/2022/07/25/pgr-acusacoes-da-cpi-da-covid-foram-politicas/ ) , a cúpula que presidiu as investigações, Omar Aziz (PSD-AM) presidente, relator Renan Calheiros (MDB-AL), e o vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede-AP), conjuntamente com senadores da oposição que compunham o colegiado, Humberto Costa (PT-PE), Otto Alencar (PSD-BA), Fabiano Contarato (PT-ES) e Tasso Jereissati (PSDB-CE), ingressaram no Supremo Tribunal Federal (STF). buscando reverter a decisão.

Ao comentar o posicionamento da PGR o vice-presidente Hamilton Mourão falou que entendia acertado em virtude da ausência de provas, e que a CPI virou mais um palanque político-eleitoral.

O Senador Randolfe Rodrigues em entrevista ao programa Estúdio I da GloboNews, nesta terça-feira, 26, indagado acerca da opinião de Mourão, foi contundente ao responder que “mais uma vez (ele) desonra a farda que veste no Exército brasileiro, ele poderia se comportar pelo menos uma vez honrando os serviços que prestou às forças armadas e não como espécie de áulico súdito de Jair Bolsonaro

Ao final do programa comentando a entrevista de Randolfe que se insurgiu contra a PGR, a jornalista saiu com o comentário “a partir de 2023 toda essa situação pode sofrer uma reviravolta dependendo do resultado das urnas em outubro”.

redação smp.news

CÁ PRA NÓS: O senador foi grosseiro para com o vice-presidente que colocou sua posição educadamente sem atacar nenhum senador. Randolfe é desse perfil de político que não respeita quem pensa contrário, mas exige respeito de todos. Mourão não merecia.

A decisão da PGR é inatacável de reversão pelo STF. Poderia como já fez em outro caso, devolver solicitando nova apreciação, mas, em sendo mantida leva ao arquivamento, pois, não há a quem recorrer na estrutura da PGR e o ministério público detém no caso o monopólio de propor a ação penal, portanto, a jornalista fez um comentário, inclusive desejando boa sorte ao senador, que leva a crer ao telespectador menos informado que a eleição de outro candidato, só faltou dizer quem (você saberia?), ocasionaria a tomada de novo rumo nos trâmites judiciais, o que não condiz com a realidade.

General Mourão
Randolfe Rodrigues
Jornalista Leilane Neubarth

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” Compartilhe, fortaleça a mídia independente

o espaço disponibilizado é para o debate saudável. Comentário é de inteira responsabilidade do autor

7 Comentários

  1. Coruja João Carlos

    Não tem credibilidade. Nenhum senador destes partidos comunistas têm, sejam do MR8, MENCHEVIQUES OU BOLCHEVIQUES. Ano que vêm desaparecerão da vida política e ficarão no ostracismo ou mesmo num canto de seus gabinetes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.